Validando seus sonhos

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

“Sonhe com o que você quiser. Vá para onde você queira ir.
Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida
e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades
para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E
esperança suficiente para fazê-la feliz.”

Clarisse Lispector

Para mim, sonhar é como se fosse um penhasco com um abismo, de um lado o sonhador do outro o pote de ouro. Você pode passar a vida toda parado e apreciando o brilho do pote, ou simplesmente encarar o abismo em busca de como chegar do outro lado. Conheço muita gente que passa a vida sonhando com esse pote, outros, enxergando vários potes, e alguns poucos realmente chegam até o pote. O que a vida me ensinou ao longo do tempo foi que o conteúdo e valor do pote pode ser diferente para cada pessoa e que cada um irá traçar a sua própria forma de chegar até o pote.

Empresas ou Startups são formadas por pessoas, que por sua vez criam produtos e/ou serviços baseados em sonhos. Tudo nasce da esperança de fazer algo que agregue algum tipo de valor no final. Entretanto, muitos que buscam realizar este sonho o executam apenas baseado sob próprio ângulo de visão. Ou seja, acreditam cegamente em hipóteses e dedicam todo tempo e recurso para que aquilo se torne real, sem validar se realmente as pessoas darão valor ou importância para o seu produto final.

Imagine se todos os músicos que amam a profissão fossem artistas de sucesso? Se todos tivessem sucesso em seus projetos, não teríamos um comparativo, o bom ou o ruim – ou simplesmente –, o que fez sucesso ou fracassou perante o grande público. A questão é, como se tornar presente e importante no caminho traçado até o pote pela grande maioria das pessoas? Esta não é uma pergunta simples, e tenho certeza que muitos de vocês gostariam de ter esta resposta em um artigo do tipo “5 segredos do sucesso” escrito por um marketeiro que vende essa falsa ilusão. Ou melhor, um Luciano Hulk dizendo que algo é bom.

Infelizmente o mundo tem perdido alguns critérios importantes de classificação no quesito social, é engraçado ver as pessoas dando importância – seja entrando ou saindo da sua zona de conforto –, para curtidas no Facebook. E por muitas vezes, a curtida acaba sendo um reflexo de uma ação positiva e do bem, algo do tipo dever cumprido. Mas para impressionar a outra pessoa que espera uma ação, você pode maximizar o seu envolvimento com um compartilhamento. Eu diria que o compartilhamento é um nível a mais de efetividade do que o curtir.

É triste ver empreendedores focados em desenvolver produtos complexos sem a devida validação real. No final, receberão – como prêmio ao seu ego (esforço) –, curtidas e quem sabe alguns compartilhamentos. É desta forma que muitos projetos falham, pessoas não validam os seus sonhos, apenas alimentam o seu ego. Querem chegar até o pote apenas acreditando em suas próprias considerações, o famoso “achômetro”.

Eu também tenho sonhos, e um deles é o de escrever um livro, uma nova perspectiva e meio de compartilhar minhas experiências e conhecimento. No início desse ano recebi um convite de uma editora para escrever o tão sonhado livro, na ocasião eu produziria o conteúdo que seria avaliado, caso aprovado receberia 10% sobre o valor de capa vendido nas livrarias. Vamos lá, excelente oportunidade para alimentar o meu ego, afinal, ver o meu livro nas principais livrarias seria o máximo!

Estimei que gastaria 2 meses de trabalho para escrever algo muito bom e cheio de informações legais. Mas antes de começar o trabalho pensei: e se o produto final não for o que as pessoas procuram? Para mim, este pote de ouro é o de gerar algum tipo de valor na vida das pessoas – resultado financeiro é apenas uma consequência natural do processo.

Sei o valor do meu tempo, busco alcançar o meu pote de forma mais simples e rápida possível sempre validando as minhas hipóteses. Dessa forma, decidi criar um projeto para escrever o livro através de financiamento coletivo, ou seja, as pessoas que leem a série Appreendedor poderão escolher e decidir se querem consumir um novo produto baseado na experiência do meu trabalho.

Fica aqui o convite para você apoiar o projeto e também repensar na forma que atua em sua vida e projetos!

Publicado em: https://startupi.com.br/2014/12/validando-seus-sonhos/

Conteúdos recentes

Sua empresa será hackeada em breve

Catástrofes climáticas, epidemias, iminência de guerra. A humanidade sempre conviveu com estes problemas, a diferença é que nunca estivemos tão conectados. Somos impactados por acontecimentos globais que influenciam nossos negócios e, consequentemente, nossas vidas.

ler mais

Como alcancei 2K seguidores no Instagram

Não sou dono da verdade e quero morrer como um eterno aprendiz. Entretanto 25 anos de trabalho voltados à computação e edução, me possibilitam ter um olhar mais apurado com relação aos assuntos que envolvem tecnologia e pessoas.

ler mais

Validando seus sonhos

por Renato Ribeiro Tempo para ler: 4 min
Share This